Archive for junho \16\UTC 2012

Linguagem

16/06/2012

Estou há tempos para escrever este post.

Na verdade, ele é muito mais um registro para quando, daqui alguns anos, não conseguirmos mais lembrar, ter onde buscar a informação.

Todo mundo já sabe que um dos meninos ainda não fala. O que a maioria não sabe é que a linguagem dos outros dois começou a deslanchar mesmo depois que iniciaram na escola.

E neste período surge de tudo. Fiz uma listinha com as principais falas dos meninos. Com tradução, é claro!

  • Pijoja = pipoca
  • Alivata = girafa
  • Talija = galinha
  • Amarelija = amarelinha
  • Abelija = abelinha (aqui poderia escrever uma série de palavras, pois todas que falam no diminutivo terminam com “ija”)
  • Taleta = careta (tudo que tem a letra C é substituído pelo T, preferencialmente)
  • Aloi = arroz
  • Tetê = leite
  • Tetê mu = doce de leite ou vaca (sim, por causa de uma marca de doce de leite que tem uma vaquinha glamorosa como símbolo)
  • Aler = colher
  • Felelento = fedorento *
  • Telo = cheiro **
  • Puton = presunto
  • Talame = salame
  • Tabelo = cabelo
  • Timpum = xampu
  • Banonete = sabonete
  • Tvlão = relevisão

 * O Fedorento é um ursinho que os meninos ganharam quando ainda estavam na barriga da mamãe e o Arthur dorme com ele. Um dia, brincando, eu disse para ele: “tira esse fedorento de perto de mim”. Ele achou a maior graça e a partir de então o ursinho passou a se chamar Felelento.

** O cheiro é um cobertor de flanelinha que eles ganharam ainda bebezinhos e é o companheiro do Lucas de dormir.

*** Sim, o Gabriel também tem suas manias para dormir. Ele é o único que ainda chupa bico e para dormir, usa mais um ou dois bicos para segurar e passar pelo rostinho. Obs.: a mamãe aqui fazia a mesma coisa.

Anúncios

Aniversário

08/06/2012

Hoje é o dia do meu aniversário e aproveito o Blog dos Três Moleques para registrar toda minha gratidão a Deus por ter permitido realizar o grande projeto da minha vida: SER MÃE!

Gostaria de poder reunir todos os meus amigos, reais ou virtuais para, juntos, celebrarmos a vida, o amor, a fé, a esperança. E agradecer a Deus por ter planos tão perfeitos para minha vida.

E, já que o Blog é dos Três Moleques, deixo meu agradecimento a Deus através de uma música que um dos personagens preferidos deles, a dupla de palhaços Patati e Patatá, canta. (Não consegui colocar o vídeo. Sorry!)

Deusão

( … )

Obrigado Deusão
Por guiar os meus passos na vida
Por estar sempre em meu coração
Por me dar dias de emoção

Obrigado Deusão
Por me dar tanto amor e alegria
Por fazer mais feliz os meus dias
Por estar sempre em meu coração

Frio

08/06/2012

Agora parece que é definitivo: o frio chegou prá valer. E o pior, para ficar.

Quem me conhece bem sabe que não gosto de frio. Não mesmo. Principalmente agora, com filhos pequenos e que não gostam de ficar de sapatos e nem de meias.

Mas tenho que concordar que há coisas boas para serem feitas em um dia de frio, como ontem, feriado de Corpus Christi e dia de muito frio aqui em Porto Alegre.

Depois do soninho da tarde (sim, os meninos ainda dormem de tarde e adoram!) enquanto a Fabi dava banho neles desci para fazer fogo na lareira e uma sopinha de capeleti.

Arrumei tudo e subi para ajudar a arrumá-los. Quando descemos o Lucas protagonizou uma cena linda e que, com certeza, fará parte das memórias da infância dele e dos irmãos. Na voltinha da escada ele parou, fechou os olhinhos, aspirou o aroma de sopa que estava invadindo a casa e disse: “hummmm, chelo bom!” desceu mais alguns degraus, viu o fogo e mais uma vez, demonstrou surpresa e alegria.

Na hora comentamos que estas serão deliciosas lembranças para que um dia, já crescidos, contem aos seus amigos, amores, para si mesmos, enfim, para levarem consigo.

Enquanto a sopa não ficava pronta ficamos em frente ao fogo, comemos pipocas, brincamos com os joguinhos que ganharam de aniversário, aproveitamos o frio. Para os pequenos suco de uva. Para os adultos, um bom vinho tinto. E eu pensei: isto para mim é felicidade!!!

Mais uma vez não tinha máquina por perto para registrar o momento. Ou melhor, para dividir com vocês o momento, pois registrado ele está. Para sempre! Em nossos corações e mentes!