Fruta no pé!

Este final de semana foi um pouco diferente. Tive que sair no sábado à tarde, deixando os tri com a babá. Não curto sair sem eles nos dias que costumeiramente são nossos, mas foi necessário.

E para eles. Como no próximo dia 12 eles estarão completando 03 aninhos, saí para tentar providenciar algumas coisas que estavam faltando. E o pior, continuam faltando. Mas, como no final tudo acaba bem, sem estresse.

O domingo foi de tempo esquisito. Nublado, chuvisco, sol, novamente nublado. Somente a tarde é que o sol se firmou e acabou que só fomos à pracinha do condomínio para os meninos brincarem um pouco. Ah! E comer fruta direto do pé. A bergamota estava um pouco azeda, mas o Lucas comeu igual. O Arthur se arriscou, mas não encarou. O Gabriel nem chegou perto. Mas valeu pela experiência da fruta direto da natureza. Delícia pura.

Mas o ponto alto do final de semana ficou por conta do Gabriel. Às vésperas de completar 03 aninhos, meu ex-crespo conseguiu, pela primeira vez, comer sozinho com a colherinha. Até agora ele sempre recebia o alimento ou comia com a mãozinha. O máximo que fazia era segurar a minha mão em direção a sua boca, mas nunca sozinho.

E ontem ele se arriscou e deu certo. Eu enchia a colher e ele pegava e levava a boca. Não preciso nem falar que me emocionei. Como a Marina comentou no post anterior, “cada conquista é valorizada”. Não que com os manos não tenhamos vibrado e comemorado, mas como era uma atitude esperada e certa, a vibração acabou por ser menor.

Pena que eu não tinha uma câmera e nem um celular por perto para registrar essa conquista. Na verdade, em vários momentos queria ter uma câmera acoplada aos olhos para eternizar várias situações. Muito embora, duvido muito que irei esquecer um dia!

O legal é que o Arthur estava junto, então, dei a ele os créditos, dizendo que ele tinha ensinado o mano Gabi a comer direitinho. Ficou todo feliz.

Sempre procuro dividir com os manos as conquistas do Gabriel, atribuindo a eles o mérito de ensinar. Também peço a eles que me ajudem a ensinar determinadas coisas. Penso que assim conseguirei minimizar o ciúmes que já existe em relação ao Gabriel, pois é com ele que mais saímos por causa dos diferentes tratamentos. Às vezes dá certo e eles são super cuidadosos com o mano. Em outras, nada certo, é ciumeira mesmo. Mas, com o crescimento deles e consequente amadurecimento esperamos que tudo possa ser melhor absorvido.

Aproveito para agradecer as diversas manifestações que recebi, aqui e no meu e-mail pessoal. Com certeza o Gabriel veio para nos ensinar e agradecemos a Deus por mais esta oportunidade. Sempre com muita fé e muito amor.

Na próximo post, fotos!

Anúncios

Tags: , , ,

4 Respostas to “Fruta no pé!”

  1. Fabiana Says:

    Nossa…a bergamota tava azeda mesmo, e o Lucão mandou numa boa. Foi pura emoção mesmo, e foi lindo de vêr a carinha do Tuco, todo orgulhoso que ensinou o mano a comer sozinho. E como diz o Lucas, 1,2,3 Bamo lá…que daqui a pouco tem mais novidades.

  2. christiana strauss - mãe dos trigêmeos Says:

    Lu, por favor, me manda teu e-mail!
    bjssss mil,
    chris dos mosqueteiros
    christianastrauss@gmail.com

  3. Elen Says:

    Adoro esse jeito todo acolhedor e despretencioso de você escrever. Realmente sinto falta de mais posts!
    Queria perguntar uma coisa, se não quiser responder, não me importo: o que tem o Gabriel?
    bjs aos moleques!

  4. Uli Says:

    Olá querida! Como vai??? fruta no pé é sempre bom, né??? Acho que muito mais pelo significado do que pela fruta em si… rsrsrs e criança que cresce com esta vivência tem sempre história pra contar.
    Muito legal este avanço do Gabriel! Com toda a assistência que ele está tendo, com ctz os avanços virão. Só agora li seu post anterior, mas não sei pq eu já sabia… vc já tinha comentado sobre isso em algum outro lugar??? Não sei se foi no dia nacional do autismo que eu saí as ruas lindamente toda de azul, enfim não lembro. Mas eu acho que já sabia…hahaha Enfim, quero te dizer que passei por tudo isso com a Sara…todos esses exames chatérrimos, mas o autismo foi descartado pela socialização que ela tem com todos. Nas verdade não descobrimos nada… ela continua fazendo um movimento estereotipado quando está entediada, mas no resto está bem. E então eu resolvi focar neste resto…rs
    Não deixe de blogar não, no fundo não deixa de ser uma terapia. E pro trio mais tarde poder conhecer toda a sua história tbm é genial!!!!
    Mil bjs!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: