Febrinha

Na sexta, dia 23.10, levamos os Moleques para tomar vacina. Não deu outra, no sábado, todo mundo com febre. O Lucas e o Arthur, quase nada, mas o Gabriel, 38,5º C.

Meu pequeno estava amoladinho, farol baixo. Coloquei no colo para verificar a temperatura e ele se aninhou no meu peito, me olhando como que a me dizer: Ufa! era disso mesmo que eu estava precisando! Dei o remedinho e permaneci com ele no meu colo mais um tempo. A sensação que tive era de que minha presença, muito mais do que o remédio, era o que o Gabriel precisava.

Esta foi a primeira febre dos Moleques desde que os trouxe para casa (não sei dizer ao certo se tiveram febre no hospital, mas acredito que não). Com ela eu descobri que mãe pode sim ter um filho preferido. E ele sempre será o que mais precisar dela no momento.

Felizmente não foi nada de grave e em seguida a febre já havia cedido e pudemos aproveitar o resto do sábado.

Anúncios

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: